Notícias

Protestos contra a PEC-55 em todo o estado de Pernambuco

O Dia Nacional de Mobilização contra a PEC 55 começa com uma série de manifestações contra a medida, que prevê a limitação dos investimentos em saúde, educação e assistência social por 20 anos e que já está em tramitação no Senado. Um internauta do Blog do Elvis ficou preso em uma dessas manifestações na PE-095, entre as cidades de Limoeiro e Caruaru.

Envie você também a sua foto ou vídeo para o Blog do Elvis: (87) 99948.8360.protesto 3

No Recife, manifestantes fecharam o cruzamento da Avenida Cruz Cabugá, em Santo Amaro, impedido a passagem dos veículos. Com faixas e cartazes, eles chamam a atenção da população para a perda de direitos proposta pela PEC. Eles também atearam fogo na pista. No início da manhã o corpo de Bombeiros foi acionado e fogo apagado. Agentes da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) estiveram na área orientando os motoristas.

Na Avenida Norte, sentido subúrbio/cidade, esquina com a Rua Treze de Maio, os motoristas estão sendo obrigados a entra à direita para seguir para o centro pela Avenida Cruz Cabugá.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federa (PRF), há interdições na BR-408, em Aliança e Paudalho;  na BR-232 em Jaboatão dos Guararapes (Santo Aleixo), Caruaru e Bonança; e na BR-101, em Goiana. Houve também registro de prostestos na BR-104, em Caruaru, mas foi liberada às 8h15; e na BR-428, em Santa Maria da Boa Vista. Uma interdição no km 263 da BR 232, em Arcoverde, também tomou parte da manhã, liberada por volta das 9h.

Na BR-101, nas proximidades do Hospital das Clínicas, manifestantes fecharam a pista com pedaços de pau, madeira e pneus e atearam fogo, impedido a passagem dos veículos. O congestionamento chegou a mais de cinco quilômetros de extensão e o trânsito foi liberado por volta das 10h da manhã. A rotatória em frente à reitoria da UFPE também foi fechada. Na Avenida Sul, o trânsito também foi interditado nas duas vias, na altura da estação largo da paz, com queima de pneus e faixas contra a PEC 55.

Sem ônibus
Dentro dos atos de protestos agendados para esta sexta-feira, o Sindicato dos Rodoviários paralisaram alguns terminais das 4h às 8h. Além das questões nacionais, o sindicato também denuncia o descaso do Governo de Pernambuco e das empresas de transporte com os trabalhadores.

Em panfleto divulgado pelo sindicato, há denuncias sobre a falta de segurança no transporte público que afeta rodoviários e a população. “Somente este ano, já foram registrados 1.564 assaltos, resultando na morte de um trabalhador e outros três rodoviários baleados”. A categoria também relembra a retirada ilegal dos cobradores, despachantes dos terminais e a demissão irregular de funcionários. “Existe o projeto de acabar com a função de cobrador, deixando assim uma enorme quantidade de trabalhadores sem emprego e causando a precarização da função do motorista e do serviço para a população”.

Com informações do Diário de Pernambuco

 

Tags

Elvis Lima

Jornalista, blogueiro, apaixonado pelo sertão nordestino.

Artigos relacionados

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *